Convensa conclui obras de renovação de via na Beira Baixa (Portugal)

16/11/2020

Convensa conclui obras de renovação de via na Beira Baixa (Portugal)

A Contratas y Ventas SAU, concluiu com sucesso as obras de reabilitação viária do troço Covilhã-Guarda da linha da Beira Baixa que um consórcio formado pela Conduril e a filial da FCC Construcción Ramalho Rosa Cobetar (RRC) está a executar para a entidade pública Infraestruturas de Portugal (IP).

O troço de 46 km, com plataforma unifilar de bitola ibérica e tráfego misto, situa-se entre as estações da Covilhã e da Guarda, na Linha da Beira Baixa.

O percurso divide-se em três troços diferenciados: uma estação central de 10 km nas proximidades da estação Belmonte-Manteigas que já foi objecto de obras de renovação e dois troços extremos de 13 e 23 km em que existe uma acção integral na plataforma e superestrutura.

Adicionalmente, está a ser executada nas proximidades da Guarda um novo desvio de 1,5 km entre as linhas da Beira Baixa e da Beira Alta, bem como uma ligação para permitir o acesso às estradas localizadas a leste da estação.

As principais obras na área das ferrovias e passagens de nível, realizadas pela empresa desde o verão de 2019, foram:

• Elevação de 36 km de via e retirada de lastro existente
• Fornecimento, transporte, descarga e regularização de 96.000 m3 de lastro
• Transporte, descarga e colocação de 60.000 travessas de concreto monobloco
• Transporte e descarga de 4.300 t de ferrovia 60 E1 em barras de 144 m
• Montagem de 37 km de nova ferrovia lastreada em plataforma renovada
• Execução de 600 soldas aluminotérmicas e neutralização de tensões
• Montagem de 3.500 ml de barras de retenção em pontes metálicas
• Transporte, descarga e montagem de 7 turnouts, 20 rerailers e 2 dispositivos de expansão
• Fornecimento, transporte e montagem de 2 amortecedores e 5 lubrificadores de esteira
• Substituição de 12 passagens de nível por painéis pré-fabricados de borracha ou madeira, incluindo sinais de trânsito
• Fornecimento e montagem de 6 juntas isolantes coladas
• Alargamento da via de contorno da estação Belmonte-Manteigas com rasgamento da via geral e construção de nova via de manga
• Ausculta ultrassônica e retificação de todo o novo trilho montado.

Com a concretização desta acção, a par da próxima obra a realizar pela empresa na linha do Douro, a Convensa posiciona-se como uma das empresas de referência no mercado ferroviário português às portas de 2.021 em que vai celebrar os seus 50 anos. anos de existência.